segunda-feira, 17 de agosto de 2009

DN
Inédito

Produtor estimula vacas com Beethoven

por LUIS MANETA

Produtor estimula vacas com Beethoven

Proprietário de exploração leiteira de Portalegre instala sistema de música para diminuir stress de animais e aumentar a produtividade. Especialistas dizem que pode funcionar

O proprietário de uma exploração leiteira de Portalegre vai começar nos próximos dias a dar música a… 400 vacas. A ideia é "aliviar" o stress dos animais, garantir uma produção dentro de parâmetros elevados e criar um "bom ambiente" em toda a exploração.

"Gosto da música de Beethoven e é essa que se vai ouvir", explica José Ventura Nunes ao DN, esperançado em que o investimento de 1500 euros comece rapidamente a ser compensado com uma produção mais elevada.

O sistema de som está comprado e pronto a funcionar. Só falta que o electricista regresse de férias para concluir a instalação sonora, o que deverá ser em breve.

Segundo o produtor, a música far-se-á ouvir no estábulo e na sala de ordenha. Um "mimo" cuja eficácia testemunhou em visitas a explorações pecuárias da Holanda quando, conjuntamente com o filho, estava a preparar o investimento de 1,5 milhões de euros na Herdade do Vigário Geral, inaugurado no início de 2008 e que hoje atinge uma produção diária de onze mil litros de leite.

Mesmo deitadas em camas de palha e com uma alimentação de "primeira", nem sempre as vacas se mostram "dispostas" a produções elevadas. "Num dia de calor, em que o ar estava muito abafado, recolhemos menos três mil litros de leite", recorda Ventura Nunes que, desde então, decidiu investir num sistema com máquinas de ventilação - uma espécie de "ar condicionado" para bovinos - e em cortinas accionadas por um dispositivo eléctrico para proteger os animais nos dias frescos. A produção nunca mais sofreu uma quebra tão grande. A partir daí não parou de pensar numa forma de aumentar a rentabilidade da exploração. "Está estudado a nível internacional que a música ajuda a manter produções elevadas, desde que seja calma e com sons sucessivamente repetidos", diz.

Enviar um comentário