domingo, 20 de setembro de 2009

JN
Sociedade

Falta de acesso ao estádio motiva queixa

PEDRO ANTUNES PEREIRA

Pai de cidadão deficiente anuncia uma providência cautelar que impedirá realização do jogo Braga-Setúbal.

Uma queixa contra a Câmara de Braga deu ontem entrada no Tribunal de Braga. Em causa está a falta de condições do estádio municipal para receber pessoas com deficiência. O próximo jogo do Sporting de Braga com o Setúbal pode não se realizar.

José Manuel Ferreira anda, há cinco anos, a tentar que o estádio municipal de Braga, projectado pelo arquitecto Souto Moura para acolher o Euro 2004 e que é considerado uma obra arquitectónica singular, tenha condições para acolher pessoas com deficiência, como é o caso do filho, Leandro. Farto de promessas decidiu recorrer à instância judicial para que a autarquia cumpra a lei.

Enviar um comentário