domingo, 4 de outubro de 2009

i
Saúde e Beleza

Contra o botox e as mulheres palito das revistas

Consumidores devem ser informados quando as imagens são manipuladas ou "retocadas", defendem os legisladores ingleses e franceses

A beleza falsa deve ser banida da imprensa para não contagiar mulheres e adolescentes que, a todo o custo, perseguem a perfeição. Este é o próximo cavalo de batalha de legisladores franceses e ingleses que pretendem desincentivar o uso do botox e da lipo-aspiração usados pelos manequins profissionais. A proposta é ousada - os anúncios contendo fotografias alteradas de modelos seriam obrigados a conter um desmentido.

"Quando raparigas e mulheres olham para essas fotografias nas revistas, acabam por se sentir infelizes com elas próprias", conta Jo Swinson, deputada britânica do Partido Liberal-Democrata, a terceira maior força partidária que defende a proibição total das imagens alteradas em anúncios dirigidos a crianças com menos de 16 anos.
Enviar um comentário