domingo, 24 de outubro de 2010


Correio da Manhã

Anónimo devolve carteira recheada

M. Canaveses: Emigrante na suíça trazia oito mil francos (5900 euros)
Por:Alexandre Panda

"Tive muita sorte. Perder este dinheiro implicava não poder pagar a prestação da casa e nem sequer oferecer uma prenda de Natal aos meus filhos. Graças a Deus recuperei-o. Ainda há gente séria neste país".

As palavras são de um emigrante, que ontem recuperou oito mil francos suíços (cerca de 5900 euros), perdidos anteontem na estação de Campanhã, no Porto, momentos antes de apanhar um comboio para casa, em Marco de Canaveses. Para evitar outros azares, o dinheiro foi imediatamente depositado num banco.
Ontem à tarde, ao levantar o dinheiro no gabinete de apoio ao cliente da estação de Campanhã, o homem quis saber quem era a pessoa que tinha entregue a carteira com o dinheiro, para lhe dar uma recompensa, mas apenas lhe foi dito que os 8000 francos foram encontrados no 8º balcão.

"Bem queria agradecer a quem mostrou seriedade, mas ninguém da CP me soube dizer quem era a pessoa. Também quis deixar uma gorjeta para os empregados da CP, mas eles recusaram", disse ao CM o emigrante.

Durante os últimos seis meses que esteve sozinho na Suíça, o homem amealhou a quantia que transportava no regresso a casa. Quando chegou de táxi à estação de Cête, em Paredes, deu pela falta da carteira e alertou imediatamente as autoridades. Pouco depois foi informado de que alguém tinha encontrado a carteira em Campanhã e devolvido o dinheiro.

"Foi um alívio enorme. Estava a ver a minha vida a andar para trás", disse ontem o emigrante.
Enviar um comentário