sábado, 2 de fevereiro de 2013


CORREIO da MANHÃ
Estudo analisou 44 500 pessoas durante 11 anos 
Vegetarianos com menos probabilidades de morrer de doença cardíaca


http://imgs.cmjornal.xl.pt/imgs/share/2013-02/2013-02-01125711_CA967162-B341-4FEB-88DD-FECB0766BF67$$738d42d9-134c-4fbe-a85a-da00e83fdc20$$cdbe0667-bce5-4966-9a5d-d64458110503$$img_carrouselTopHomepage$$pt$$1.jpg Os vegetarianos têm menos 32 por cento de probabilidades de morrer devido a uma doença cardíaca, indica um estudo realizado em Inglaterra e na Escócia que envolveu 44 500 pessoas. A diferença no nível de colesterol, pressão sanguínea e no peso corporal entre vegetarianos e pessoas que comem carne e peixe foi clara. 

Os cientistas da Universidade de Oxford analisaram durante 11 anos dados de 15 100 vegetarianos e 29 400 pessoas que comem carne e peixe. Ao longo do estudo, 169 pessoas morreram com problemas cardíacos e 1 066 precisaram de receber tratamento hospitalar, com os comedores de carne a revelarem maior propensão.

“Os vegetarianos provavelmente ingerem menos gorduras por isso faz sentido que o risco de doenças cardíacas seja inferior”, afirmou a investigadora Francesca Crowe.
Já Tracy Parker, da Fundação Britânica do Coração, avisou que uma dieta vegetariana também pode ter um grau elevado de gorduras. “O mais importante é ter uma dieta equilibrada. E se está a pensar em mudar para uma dieta vegetariana, certifique-se que ingere vitaminas e minerais que normalmente obteria através da carne”.
Enviar um comentário