quinta-feira, 25 de abril de 2013


JN

Islândia ordena fim do bloqueio da Visa e Mastercard à WikiLeaks


A Islândia ordenou na quarta-feira ao parceiro local dos gigantes dos cartões bancários Visa e MasterCard que acabe com o bloqueio aos donativos pela internet ao sítio WikiLeaks, suspensos desde 2010.

O Supremo Tribunal confirmou uma sentença anterior, pronunciada em julho, que considerou que a Valitor, a antiga Visa Islândia, tinha acabado sem razão válida o seu contrato com a WikiLeaks.

O tribunal deu 15 dias à empresa para repor a possibilidade de donativos via internet. Se não o fizer, fica sujeita a uma multa diária de 800 mil coroas (mais de 5.200 euros).

Depois de ser ter tornado mundialmente célebre com a publicação de documentos oficiais classificados sobre as guerras do Iraque e Afeganistão e milhares de telegramas secretos da diplomacia dos EUA, a WikiLeaks teve de enfrentar a tentativa da Visa e MasterCard de bloquear os donativos dos internautas.

A WikiLeaks estima em milhões de dólares as perdas que registou devido a esta decisão das empresas gestoras dos cartões bancários.
.
Enviar um comentário