quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Kusturica vai realizar documentário sobre Presidente uruguaio 

A produtora argentina KS Films participa no projeto, revelou Andres  Copelmayer, produtor e conselheiro governamental envolvido no projeto, citado  pela agência de notícias AFP. 
Segundo esta fonte, o cineasta acordou fazer o filme no fim de semana  passado, na Bélgica, onde deu um concerto com a sua banda The No Smoking  Orchestra vestida com o equipamento da equipa nacional de futebol do Uruguai.
Copelmayer indicou que Kusturica pretende centrar o seu filme na vida  do Presidente Mujica, ex-guerrilheiro da extrema-esquerda preso durante  a ditadura (1973-1985), para mostrar um "legado humanista que ultrapassa  as fronteiras". 
No poder desde 2010, o Presidente Mujica distingue-se dos seus pares  pelo seu estilo de vida de uma simplicidade extrema. 
Desloca-se frequentemente sem guarda-costas, doa 87 por cento do seu  salário a obras sociais e continua a viver na sua "chacra", uma casa no  bairro popular do Cerro, em Montevideu. 
Encontra-se atualmente sob os holofotes por estar na origem de um projeto  de lei que, se for ratificado pelo Senado, fará do pequeno país sul-americano  o primeiro do mundo em que o Estado controla a produção e a venda de canábis.
Emir Kusturica, que recebeu duas vezes a Palma de Ouro, por "O Pai foi  em Viagem de Negócios" (1985) e "Underground -- Era Uma Vez Um País" (1995),  realizou também, entre outros, "Gato Preto, Gato Branco" (1998), "O Tempo  dos Ciganos" (1988) e um documentário sobre o futebolista argentino Diego  Maradona (2008). 
Enviar um comentário