quinta-feira, 25 de setembro de 2014

ACTIVA

Homens famosos apoiam Emma Watson em campanha pela igualdade de género

Depois do discurso emocionado no lançamento da campanha 'He For She' da ONU e das consequentes ameaças dos utilizadores do fórum 4chan, Emma Watson recebe apoio de vários famosos, através das redes sociais. 

Mafalda Sobral Martins
25 Setembro 2014
Eduardo Munoz Alvarez

Após ter discursado nas Nações Unidas, promovendo a campanha pela igualdade entre sexos 'HeForShe' e de, consequentemente, ter sido ameaçada com a divulgação de fotos em que alegadamente aparece nua, Emma Watson recebe o apoio dos atores Russell Crowe, Chris Colfer e Forest Whitaker e do escritor e argumentista Neil Gaiman, entre outros, na promoção da hashtag  #heforshe.
A iniciativa tem como objectivo principal divulgar a campanha HeforShe e apelar às pessoas para, através das redes sociais, partilharem uma fotografia a mostrar a referida hashtag, tal como fizeram estes homens famosos, nas suas contas pessoais do Twitter. 
He For She é uma campanha das Nações Unidas, para a qual Emma Watson foi nomeada embaixadora da Boa Vontade da ONU  no passado mês de Junho, e que pretende chamar os homens a defender os direitos das mulheres a nível global
“Vocês podem pensar ‘quem é esta rapariga do Harry Potter? O que é que ela está a fazer nas Nações Unidas?’ Eu tenho feito a mesma pergunta a mim própria. Tudo o que eu sei é que me preocupo com este problema e quero fazer alguma coisa”. Foi com estas palavras que a atriz celebrizada no papel de Hermione da saga Harry Potter iniciou o seu discurso, no passado sábado, dia 20 de setembro. No seu discurso, a atriz de 24 anos apelou aos homens para lutarem pela igualdade de géneros, pois "este também é um problema vosso", disse.  
Durante o discurso, Emma Watson revelou que, desde pequena sofre de “actos de sexismo”, quando, aos oito anos, já queria dirigir as peças de teatro e era intitulada de “mandona”. Os preconceitos prolongaram-se durante a adolescência. “Aos 15 anos, as minhas amigas começaram a sair das equipas desportivas porque não queriam parecer musculadas”, confidenciou à audiência.
A embaixadora da Boa Vontade da ONU para os assuntos das Mulheres abordou ainda a problemática da palavra “feminismo”, afirmando que não é sinónimo de ódio aos homens. “Para que conste, a definição de feminismo é: a crença que os homens e as mulheres devem ter direitos e oportunidades iguais. É a teoria da igualdade social, económica e política entre os sexos”, lembrou. 
Um discurso emocionado que valeu a Emma Watson ter sido ameaçada por vários utilizadores do fórum 4chan, dizendo que publicariam fotografias suas onde apareceria nua, tal como aconteceu anteriormente com outras celebridades. A ameaça em forma de contador de horas no site EmmaYouAreNext.com disseminou-se pela blogosfera mas, quando terminou a contagem, em vez de serem publicadas as fotografias íntimas da atriz, apareceu um aviso apelando ao fecho do site. Um factor que faz crescer as suspeitas de que tudo não passou de um golpe de marketing, levado a cabo pelo site Randic e site de notícias FoxWeekly, para fechar o mal afamado fórum de onde terá partido esta ameaça e a divulgação de fotos íntimas de figuras públicas.
Enviar um comentário