sexta-feira, 26 de setembro de 2014


















Green Savers

Golfinho faz companhia a norte-americano que passou 31 horas perdido no marGolfinho faz companhia a norte-americano que passou 31 horas perdido no mar

Quando Joey Trevino e três amigos se fizeram ao mar, no último fim-de-semana, nunca pensaram estar nas capas de jornais e notícias de outros media nos dias seguintes. Os quatro amigos pescavam na costa do Texas, Estados Unidos, quando o barco se virou, deixando a tripulação na água.
Ainda que todos tivessem os coletes salva-vidas colocados, pouco depois do acidente Trevino separou-se dos outros três. Nas primeiras horas de solidão marítima, o norte-americana esteve bem disposto e até simulou diálogos em voz alta com a mulher e filhos.
No entanto, e à medida que as horas passavam, o desespero apoderou-se do náufrago, que contou depois ter chegado a pensar em tirar o salva-vidas para acelerar o que parecia inevitável.
Foi então que um golfinho se juntou a norte-americano, fazendo-lhe companhia e dando-lhe a inspiração para lutar pela vida. Segundo Trevino, que estava a 80 quilómetros da costa, o golfinho foi contra ele e deixou-se tocar. “Ele mudou a minha atitude e deu-me esperança [de ser salvo]”, contou o texano.
Várias horas depois, estava Trevino há 31 horas no mar, um petroleiro passou suficientemente perto para ouvir o seu pedido de ajuda. Pouco depois, um helicóptero da guarda marítima içou-o para a segurança, numa altura em que os seus amigos tinham já sido salvos há várias horas.
Joey Trevino foi encontrado de boa saúde e, agora, com uma história para contar até ao resto da vida.
Foto: Patrik Jones / Creative Commons
Enviar um comentário