sexta-feira, 28 de novembro de 2014


UNESCO - Cante Alentejano é Património Imaterial da Humanidade




 

O Cante Alentejano é Património Cultural Imaterial da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO). A decisão foi conhecida hoje em Paris no decorrer a 9.ª reunião do Comité Internacional da UNESCO para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial (PCI).

Café Portugal | quinta-feira, 27 de Novembro de 2014


A decisão agora conhecida decorre do parecer positivo de uma comissão internacional da UNESCO que, no final de Outubro passado, aceitou a candidatura do Cante Alentejano. A mesma comissão garantiu, à data, que a candidatura portuguesa reunia todas as condições para ser inscrita na Lista Representativa do Património Imaterial.


O Cante é expressão de um povo que canta os trabalhos do campo, os bailaricos, as festas religiosas, os amores juvenis, no embalo de palavras tecidas por poetas populares.


A declaração do Cante Alentejano como Património da Humanidade foi aprovada às 11h18, hora francesa, (10h18 em Portugal continental).


Os membros presentes na reunião do comité da UNESCO, consideraram a candidatura como um dos «bons exemplos selecionados pelo comité».


A pedido da comitiva portuguesa, e após a decisão, as vozes de cantadores alentejanos fizeram-se ouvir na sala onde está reunido o comité. Uma actuação muito aplaudida.


A candidatura agora reconhecida como Património Cultural Imaterial da Humanidade, contou com a organização da Câmara de Serpa, Confraria do Cante Alentejano e Entidade de Turismo do Alentejo a candidatura do Cante e com os apoios da Casa do Alentejo e da Associação MODA - Associação do Cante Alentejano.


A Comissão de Honra da candidatura é presidida, entre outras personalidades, pelo presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, pelo primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, pelo presidente do conselho de administração da Fundação Calouste Gulbenkian, Rui Vilar, pelo presidente do Grupo Nabeiro/Delta Cafés Rui Nabeiro, por Tomé Pires, Presidente da Câmara Municipal de Serpa, e António Ceia da Silva, Presidente da Direcção da Turismo do Alentejo e Ribatejo.


Recorde-se que a candidatura do Cante foi entregue à UNESCO em Março de 2013, depois de, em 2012, o Ministério dos Negócios Estrangeiros ter decidido adiar a sua apresentação, por considerar que o processo não reunia condições para ser aceite.


O Comité Internacional da UNESCO está reunido em Paris (França) até 28 de Novembro.


A Convenção da UNESCO para a salvaguarda do PCI entrou em vigor em 2006, foi assinada por 146 países, e ratificada por Portugal em 2008.
Enviar um comentário