sexta-feira, 26 de dezembro de 2014


GREENSAVERS

Inclusão Social

Isidore Electronics: a empresa que dá uma nova oportunidade a ex-reclusos e recicla lixo electrónico

Isidore Electronics: a empresa que dá uma nova oportunidade a ex-reclusos e recicla lixo electrónicoKabira Stokes, uma cidadã norte-americana, sempre se preocupou com as coisas que a nossa sociedade vê como descartáveis. Stokes odeia ver os metais pesados e tóxicos, utilizados nos dispositivos electrónicos, serem lançados para aterros – e contaminar a água e solo -, assim como também não gosta de ver antigos reclusos serem marginalizados pela sociedade.
Desta forma, em 2011, Kabira Stokes criou a Isidore Electronics Recycling, uma empresa com fins lucrativos, em Los Angeles, que recicla componentes electrónicos e, ao mesmo tempo, oferece oportunidades de emprego para antigos presidiários.
Stokes acredita que o sistema correctivo dos Estados Unidos não funciona – na Califórnia, estado onde fica a sua empresa, cerca de 61% dos condenados que cumpriram as sentenças voltam a cometer crimes e são novamente presos no espaço de três anos após a libertação.
A taxa de reincidência não é tão surpreendente quando se atenta ao facto de que muitos ex-presidiários reintegram a sociedade sem quaisquer habilitações profissionais e sem apoio social, o que leva o mercado de trabalho a discriminar as pessoas com antecedentes criminais. Tal como muitas vezes nos descartamos de forma irresponsável de componentes electrónicos e electrodomésticos, Stokes acredita, refere o Inhabitat, que também nos “livramos” de pessoas que consideramos inconvenientes.
Por cada 22.700 quilos adicionais de lixo electrónico que a Isidore Electronics recolhe, consegue empregar mais uma pessoa. Além de contratar antigos presidiários, esta empresa de reciclagem dá ainda formação aos novos funcionários, capacitando-os para destruir os dados antes do processo de reciclagem ou revenda dos dispositivos para que possam ser reutilizados. Os metais reaproveitados destes equipamentos podem ser reutilizados noutros dispositivos electrónicos, reduzindo assim a necessidade de recursos que são extraídos maioritariamente de regiões devastadas pela guerra.
A Isidore Electronics aceita todo o tipo de lixo electrónico, incluindo computadores, impressoras, cabos, baterias, telemóveis, microondas, entre outros, dos residentes ou empresas de Los Angeles.
Enviar um comentário