terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Implante flexível pode permitir que pessoas paralisadas voltem a andar

Paulo Matos
12/01/2015 11:14

Uma equipa de cientistas está prestes a testar em humanos um implante flexível de silicone que dá a possibilidade de pessoas paralisadas voltarem a controlar os seus membros.

Investigadores da Ecole Polytechnique Federale de Lausanne, na Suíça, tinham apresentado no ano passado um sistema elétrico e químico de estimulação que permitia a ratos paralisados (devido a problemas na medula espinal) voltarem a controlar os membros. Agora, a CNet adianta que a tecnologia está perto de ser testada em humanos graças a um implante flexível que foi concebido para ser integrado na espinha do paciente, o que minimiza o risco de rejeição.
Este implante de silicone chama-se e-Dura e pode ser implantado diretamente no cérebro ou na medula espinal, debaixo da dura-máter. Os investigadores testaram o implante em ratos e descobriram que, passados dois meses, não havia tecido danificado ou rejeitado, o que permitiu aos animais voltar a andar.
O início dos testes em humanos está previsto para junho deste ano em Lausanne. Mais detalhes sobre esta investigação podem ser consultados neste artigo da Science e no vídeo em baixo.
video
Enviar um comentário