segunda-feira, 20 de abril de 2015

ZAP aeiou

Cientistas descobrem por acaso proteína que pode curar todos os cancros

Células T com proteína LEM
Células T com proteína LEM
Uma equipa de cientistas ingleses encontrou, por acaso, uma proteína que pode ajudar a curar todos os tipos de cancro. A expectativa é poder testá-la, nos humanos, dentro de três anos.
Esta proteína, desconhecida até agora e designada por LEM – Lymphocyte Expansiona Molecule, ou seja, Molécula de Expansão de Linfócitos, actua reforçando o sistema imunitário, habilitando-o a enfrentar o cancro.
Quando um cancro surge, a LEM promove a multiplicação das células T ou linfócitos T, que são decisivas para o bom funcionamento do sistema imunitário. Quando se verifica uma infecção ou um cancro em estado avançado, estas células T não conseguem reproduzir-se em quantidades suficientes para combater o problema, situação que é garantida com a tal proteína LEM.
descoberta foi feita por um grupo de investigadores do Imperial College, de Londres, no Reino Unido, mas também envolveu cientistas da Universidade Queen Mary de Londres, do ETH Zurich e da Escola de Medicina de Harvard.
Após seis anos de investigação, a proteína foi descoberta quase por acaso, durante a realização de testes em laboratório com ratos com mutações genéticas.
A equipa de investigadores está agora a tentar desenvolver uma terapia genética baseada nesta proteína, para poder actuar no tratamento do cancro.
“Se tudo correr bem, esperamos estar prontos a começar testes em humanos dentro de três anos”, explica o professor Philip Ashton-Rickardt, do departamento de Imunologia da Faculdade de Medicina do Imperial College, citado no site oficial da Universidade britânica.
ZAP
Enviar um comentário