segunda-feira, 4 de abril de 2016

Tesla apresentou o seu Modelo 3 “barato” – e recebeu 180 mil encomendas em 24h

Uma década depois, Elon Musk cumpriu com o prometido e apresentou um carro eléctrico económico “para todos” – que, à semelhança do que acontece com os iPhones da Apple, até criou filas de compradores, dispostos a comprá-lo sem sequer saberem como seria.
O novo Tesla Model 3 é um carro com um preço a começar nos 35 mil dólares, capaz de transportar 5 adultos confortavelmente, tem uma capacidade de carga superior os modelos concorrentes, e tem uma autonomia de 350Km – um valor simpático, mas que a Tesla espera melhorar até ao lançamento do carro, previsto apenas para final de 2017.
A data de entrega está distante, mas isso não impediu mais de 100 mil pessoas de sinalizarem já a sua intenção de compra com um adiantamento de 1000 dólares, o que originou filas que se poderão comparar às dos lançamentos dos novos iPhones, e demonstrando bem o fenómeno que a Tesla está a conseguir gerar.
A quantidade de interessados que pagaram já um sinal de 1000 dólares pela compra de um Tesla Model 3, que só ficará disponível no final de 2017, superou largamente as expectativas da empresa, atingindo 180 mil encomendas nas primeiras 24h.
O preço indicado é para o modelo base, que no entanto já tem coisas bem simpáticas, como um tecto panorâmico em vidro de uma peça única; enquanto que no seu interior o tradicional ecrã touchscreen na vertical passa a adoptar uma orientação horizontal.

Uma vez que a maior parte das pessoas adicionou alguns extras ou optou por versões mais potentes, o valor médio das encomendas é de 42 mil dólares, em vez dos 35 mil do modelo base, o que resulta em vendas garantidas num total superior a 7.5 mil milhões de dólares.
Não será isto em tudo idêntico a uma campanha de crowdfunding, onde temos pessoas dispostas a investir antecipadamente num “projecto” que está a quase dois anos de distância de cumprir com a sua promessa?
A Tesla já revelou os seus planos – ou parte deles, uma vez que diz ter ainda uma “2ª parte” que acredita que atrairá ainda mais clientes.
Irá o Tesla Model 3 finalmente dar o tiro de partido para a verdadeira transição para os carros eléctricos, e de forma mais acelerada do que se poderia imaginar?
Teremos que esperar mais uns anos para saber… mas não seria surpresa se, no final desta década, o panorama dos fabricantes de carros tiver sofrido grandes mudanças à custa deste Model 3.
ZAP
Enviar um comentário