quarta-feira, 3 de agosto de 2016


Ciência & Saúde  ,

Regeneração de células cerebrais pode permitir restaurar visão

Look Into My Eyes / Flickr
Um grupo de investigadores nos Estados Unidos conseguiu restaurar a visão de ratos com deficiência visual através da regeneração de células cerebrais.
Apesar de apenas terem crescido algumas das células da retina (menos de 5%), a técnica aplicada foi suficiente para mostrar o potencial da restauração da visão dos mamíferos.
Ao longo do processo, os investigadores da Universidade de Stanford conseguiram “ligar um interruptor” que geralmente se desliga quando os mamíferos atingem a maturidade, conseguindo restaurar várias células que cobriram toda a distância do olho até ao cérebro e fizeram corretamente as conexões celulares.
“Os nervos podem recordar-se da sua história de desenvolvimento e encontrar o caminho até casa”, explicou o neurobiólogo Andrew Huberman à revista Scientific American.
Num estudo de 2012, tinham sido já encontrados indícios de que estas células pudessem crescer, mas a nova pesquisa confirma a hipótese e prova a extensão do trabalho de reparação que o cérebro pode fazer.
“Os neurónios cresceram enormes distâncias – 500 vezes mais e mais rápido do que normalmente”, explica Andrew Huberman.
Os resultados do estudo foram publicados em julho na Nature Neuroscience.
De acordo com os cientistas, este processo poderá, eventualmente, ser repetido em humanos e combater doenças como Alzheimer, glaucoma e lesões na medula espinal.
Enviar um comentário