quarta-feira, 6 de novembro de 2013



Por Jornal i
publicado em 5 Nov 2013 - 14:32

Cidadão belga interrompe Durão Barroso 
com críticas em português
Além do cidadão que interpelou directamente o presidente da Comissão Europeia, um outro grupo protestou contra as políticas de austeridade exibindo uma faixa

Um cidadão belga interrompeu um discurso do presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, no final do passado mês de Outubro, com críticas à austeridade proferidas numa mistura de português e espanhol.
Enquanto um outro grupo exibia uma faixa onde se podia ler “Barroso: trabalha para o povo”, um homem interpelava o presidente da Comissão Europeia sobre o impacto das medidas de austeridade no seu próprio país, Portugal, acusando-o de compactuar com os interesses de grandes grupos para destruir o Estado social e de estar longe dos problemas das populações.
“Como pode fazer hoje o que fazia há 70 ou 40 anos? É um escândalo o que se está a passar seu país! O desemprego, as pessoas que não têm um tecto para viver. São pessoas que todos os dias lutam... Há gente que morreu nas minas", disse em alusão ao acidente ocorrido numas minas espanholas, também em Outubro, e que provocou a morte de seis trabalhadores.
"Como pode estar aqui? Estão a fechar todos os sítios da saúde e do social no seu país. É um escândalo!», prosseguiu, antes de rematar, já em francês com uma reivindicação alargada a todos os europeus, exigindo justiça social.
videoVeja aqui o vídeo:
Enviar um comentário