sexta-feira, 9 de maio de 2014

Helena Costa assina pelo Clermont Foot

vai orientar equipa da 2.ª liga francesa


Autor: alexandre moita e rui malheiro

Fotos: Vítor Chi
 
Helena Costa vai treinar os franceses do Clermont Foot, equipa que se encontra no 14.º lugar na 2.ª Liga daquele país e que ontem empatou (1-1) com o CA Bastia. A portuguesa vai substituir Régis Brouard e será, por isso, a primeira vez que uma mulher assume o comando técnico principal de uma formação sénior masculina de um clube profissional.

O acordo entre o clube e Helena Costa está concluído – mas ainda se desconhece a extensão do vínculo contratual –, embora as duas partes não tenham ainda assumido o compromisso. Por isso, Record tentou contactar a treinadora, mas esta manteve-se indisponível.

Não é a primeira vez que Helena Costa, de 36 anos, orienta uma equipa masculina, pois, em 2005/06, a portuguesa assumiu o cargo na Sociedade Recreativa Cheleirense, clube amador onde conquistou a 1.ª posição no campeonato regional da zona de Lisboa. Em 2010, a treinadora rumou a Doha, no Qatar, para criar toda a estrutura de futebol feminino daquele país. Nessa altura, Helena Costa deixou as camadas jovens do Benfica, clube onde exerceu as funções de treinadora principal das formações masculinas de sub-9 e sub-10, mas também de adjunta no escalão de sub-17.

O percurso no futebol começou, imagine-se, aos 21 anos, quando Helena Costa frequentou o primeiro curso de treinadores da AF Lisboa e no qual obteve a melhor classificação entre 120 candidatos.

Leixões e Celtic entram no currículo

Encontrar senhoras no futebol masculino é como procurar um grão específico de areia numa praia.Mas a verdade é que Helena Costa só é uma ilustre desconhecida para quem anda distraído. Embora nunca tenha treinado uma equipa masculina profissional até agora, Helena há muito anda pelo meio.Em 2004/2005 foi a responsável pela observação de adversários doLeixões. Depois disso chegou o convite de um grande europeu: o Celtic, da Escócia.Lá desempenhou funções semelhantes entre 2008 e 2010. Portanto, experiência não falta.
Enviar um comentário