terça-feira, 21 de março de 2017


Jornal i

Hospital de Santa Maria da Feira faz operação inovadora à coluna

Marta F. Reis 21/03/2017 15:27
Unidade de Coluna realizou com sucesso cirurgia para tratar hérnias discais que deixa uma cicatriz inferior a um centímetro
 O Hospital de Santa Maria da Feira é a primeira unidade do Serviço Nacional de Saúde a adotar uma cirurgia inovadora para tratar hérnias discais que deixa uma cicatriz quase impercetível. Trata-se um procedimento totalmente endoscópico, ou seja, é feita apenas uma pequena incisão e o doente pode te alta em 24 horas.
A técnica deixa uma cicatriz inferior a 1 cm, garantindo assim “ótimos resultados cosméticos e uma taxa de infeção próxima de 0%”, informa o hospital.
Artur Teixeira, responsável da Unidade de Coluna do Centro Hospitalar Entre Douro e Vouga, que integra este hospital, assinala que desde a abertura do serviço tem havido a preocupação de tratar estes casos da forma menos agressiva possível.
“Em 1999 começámos pela utilização do microscópio como forma de potenciar a visão e permitir uma pequena incisão. Em 2006 introduzimos as técnicas minimamente invasivas que permitiram uma grande evolução no sentido da menor agressão cirúrgica no que diz respeito à extensão da cicatriz (cerca de 2 cm). O tratamento da hérnia discal através desta técnica totalmente endoscópica continua esse percurso. Pretendemos alargá-la em número e tipo de indicações, sendo de referir que tratamos cerca de 150 doentes por ano que poderão beneficiar da técnica”.
Enviar um comentário