segunda-feira, 17 de agosto de 2015




A revista inglesa Gramophone acaba de divulgar as nomeações deste ano para os prémios que distinguem os melhores trabalhos discográficos de música clássica. A atribuir em Setembro, estes galardões são os mais importantes na área, sendo equivalentes aos Óscares para o cinema. Na lista, estão duas obras portuguesas: as gravações de dois concertos de Beethoven, por Maria João Pires, e de uma ópera de Richard Strauss, pelo Coro Gulbenkian.

A pianista portuguesa está na corrida ao Prémio Gramophone na categoria Concerto pela gravação (em estreia na etiqueta Onyx, com a qual assinou em 2014) dos Concertos n.º 3 e n.º 4, de Beethoven, com a Orquestra Sinfónica da Rádio Sueca, dirigida por Daniel Harding.

O Coro Gulbenkian é candidato na categoria de Ópera, pois integrou a produção de Elektra, de Richard Strauss, no Festival de Arte Lírica de Aix-en-Provence de 2013, cujo lançamento em DVD (editado pela Bel Air Classiques) se encontra na lista dos seis nomeados.
 
in revista SÁBADO
Enviar um comentário