domingo, 4 de outubro de 2009

JN

Preço da gasolina continua a descer

A Galp, a Cepsa e a Repsol voltaram a reduzir o preço da gasolina madrugada de ontem, apurou a edição online do "Diário Económico".

No gasóleo, não houve alterações, mas esta é a sexta semana consecutiva em que há diminuição no preço dos combustíveis.

A Galp desceu o preço do litro da gasolina em 1,5 cêntimos, avançou ao DE fonte da empresa. Nos postos da petrolífera nacional, a gasolina passou a valer 1,259 euros por litro.

Ao mesmo tempo, a Cepsa reduziu o preço do litro da gasolina em 1,5 cêntimos para 1,263 euros.

Também a Repsol fez alterações nos preços da gasolina. Segundo dados do 'site' da DGGE referentes aos preços praticados na zona de Lisboa, a empresa desceu a gasolina em 0,5 cêntimos por litro para 1,279 euros.

Já na BP, o preço do litro da gasolina desceu 0,6 cêntimos para 1,279 euros na passada quarta-feira. Trata-se da sexta semana consecutiva em que as petrolíferas descem os preços dos combustíveis.

A fixação do preço do combustível é feita com base no valor médio da gasolina e do gasóleo do mercado europeu ao longo da semana anterior. O preço fixado na rede tem em conta o nível de concorrência, da oferta e da procura em cada mercado e do nível de custos fixos de cada posto.

Os preços dos combustíveis são mais baratos cerca de dez cêntimos por litro nos postos dos hipermercados no que das quatro maiores distribuidoras a operar em Portugal, divulgou anteontem a Autoridade da Concorrência (AdC) no boletim de acompanhamento trimestral do mercado.

Manuel Sebastião, presidente da AdC, disse, a propósito do alegado cartel na formação dos preços dos combustíveis, que "copiar preços não é uma infracção da concorrência".

Enviar um comentário